A Sucata ferrosa foi um dos materiais pioneiros na Reciclagem

Antigamente já se recolhia espadas e pedaços de aço para serem reaproveitados. Hoje, o mercado da reciclagem de ferro representa um percentual significante na economia do país.

Ferro é um elemento químico de numero atômico 26

O ferro é um elemento químico de numero atômico 26, seu símbolo é Fe. É um dos elementos mais
encontrado na natureza e encontra-se em forma de minério de ferro. Em seguida passa para o estágio de ferro
gusa, através de transformações. Quando adicionado carbono, dá-se origem a vários tipos de aço.

Atualmente é muito utilizado para produção de aço e ligas metálicas, que são usadas para fazer ferramentas,
máquinas, pontes entre outros. Tem um baixo custo e é muito resistente. Uma das desvantagens do ferro é
que se oxida com facilidade, porém quando adicionado outros elementos, como o crômio, torna-se resistente
a corrosão, são os chamados aços inoxidáveis.

Sucata de ferro, ou sucata ferrosa

A sucata de ferro, ou sucata ferrosa, é encontrada e classificada em: estamparia, cavaco (aço, guza, ferro fundido), sucata mista, sucata pesada, chaparia.

Um dos ferros mais conhecidos é o Ferro Gusa. Este ferro é considerado ferro liga que geralmente contem
5% de carbono, e outros materiais como silício, manganês, fósforo, enxofre entre outros. É um material
quebradiço.

Geralmente é utilizado pelas indústrias na forma de lingote ou em estado liquido. No Brasil a
produção de ferro gusa se dá a partir do carvão mineral.

Ferro fundido

O ferro fundido tem em sua composição ferro e silício, e se divide em branco, cinzento e nodular.
Aço – o aço é uma liga metálica, que tem em sua composição ferro e carbono. Quando são adicionados
outros elementos, sua propriedade é alterada gerando um material como resistência, dureza etc.

Imagino que você também pode gostar de ler: